segunda-feira, 24 de agosto de 2015

[Análise] - O Lobo de Wall Street

Assisti o filme que de novo QUASE rendeu à Leonardo DiCaprio seu primeiro oscar, ele certamente merecia. Sua atuação, como sempre, não deixou nada a desejar assim como quase tudo nesse filme, mas preste atenção, eu disse "quase" tudo.


Já faz um bom tempo que O Lobo de Wall Street estreou nos cinemas e também já faz um tempo considerável que eu assisti, mas ta aí um filme difícil de se escrever a respeito. Sério, esse é com certeza o post que mais demorei pra escrever.

Aliás, falando em demora, fiquem tranquilos que em breve os posts voltarão a  frequência normal.

Mas vamos ao filme.

Assisti esse filme sem o mínimo de background, ou, como gosto de pensar, sem nenhum spoiler, e isso foi determinante para a minha opinião (divergente da maioria das pessoas) ter se formado como se formou.

Como a maioria deve saber, o filme conta a história de Jordan Belfort, um corretor de títulos que logo no início de sua carreira é orientado a seguir uma vida regada a drogas, prostitutas e masturbação e por mais que estranhe tais orientações à primeira vista, rapidamente ele as segue e... pronto, esse é o filme.

Pois bem, como já comentei, nunca tinha ouvido falar desse tal Jordan Belfort, tão pouco sabia que o filme era baseado na biografia de mesmo título escrito pelo próprio. Dessa forma, ao chegar mais ou menos à metade do filme, minha reação foi:
"- Não vai acontecer mais nada?".

Não queria parar na metade mas a cada 10 minutos eu pausava e pensava se realmente valia a pena continuar, cheguei a cogitar de pular direto pro final só pra ver aonde aquilo tudo ia dar, pensei até em procurar na internet porque tanta gente estava falando sobre o tal novo filme do Leonardo Di Caprio.
Não fiz nada disso, simplesmente continuei até o final.

Finalmente acabou e eu, decepcionado, comecei a pensar nos pontos que sempre avalio antes de escrever aqui e cheguei à conclusão que:

1 - A atuação de TODOS os personagens é ótima.
Sério, em nenhum momento eu achei um personagem ruim ou fraco na história, todos eles têm características boas e ruins de seres humanos e isso foi muito bem passado por todos os atores.

2 - A direção é fantástica.
As cenas, os esquadramentos, a intensidade... é tudo muito bem pensado e muito bem executado.

3 - O roteiro é fraco.
Aqui chegamos onde eu queria chegar, o roteiro é fraco.

"Mas Pedro! O filme é exatamente igual o livro!"

Eu sei, mas uma coisa não muda a outra. Simplesmente o filme não tem um clímax, não tem um fio condutor, as coisas simplesmente acontecem, fora o fato de que até esse momento eu nem sabia que o livro existia.

Resolvi dar uma pesquisada sobre o filme para não escrever nenhum absurdo aqui e foi aí que tudo fez sentido. Comecei a ler as resenhas percebi que o filme segue muito bem a história da tal biografia, entendi que o roteirista foi fiel ao livro e assim agradou a todos que queriam uma adaptação daquilo para o cinema e por fim entendi o real motivo do filme ter sido tão comentado e aclamado, além de ter sido muito bem tratado pela crítica.

Resumindo:
Se você sabe quem é Jordan Belfort e quer conhecer bem a história de vida dele, vá em frente, assista o filme e você vai adorar.
Já se você, assim como eu,  nunca ouviu falar desse cara e quer apenas um filme interessante, pare imediatamente e vá assistir outra coisa ou pelo menos dá uma procurada no nome dele na internet para ver se nasce um interesse.

Minha opinião sincera: O filme é uma boa biografia e um filme bem chato.




Nota: 8,0

Direção: Martin Scorsese
Roteiro: Jordan Belfort, Terence Winter
ElencoCristin Milioti, Jake Hoffman, Jean Dujardin, Jonah Hill, Justin Wheelon, Kenneth Choi, Kyle Chandler, Leonardo DiCaprio, Margot Robbie, P.J. Byrne, Rob Reiner
ProduçãoEmma Tillinger Koskoff, Joey McFarland, Leonardo DiCaprio, Martin Scorsese, Riza Aziz
FotografiaRodrigo Prieto
Distribuidora: Paris Filmes
País: EUA

Opinião de outro site/blog: (CineResenhas)

“O Lobo de Wall Street” é um filme alucinado em cada um de seus 180 minutos e o feito do cineasta (Scorsese) em nos fazer emergir na narrativa já o converte em um dos melhores títulos de toda sua filmografia.

Postado Por: Pedro Ruiz

[Análise] - O Lobo de Wall Street

#Compartilhe:

Postar Um Comentario

Facebook
Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

# Compartilhe

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Mais lido (mês)

© Traduzido Por: Template Para Blogspot | Thema Seo Blogger Templates