domingo, 19 de fevereiro de 2012

Alerta para os gamers: Jogar pode se tornar crime



Quando você leu o título desse post, com certeza achou que se tratava de um exagero não é?
Pois bem, não tem nada de exagerado, se o projeto de lei do senador Valdir Raupp, for aprovado pode ter certeza que pelo menos 90% dos seus jogos se tornarão objetos ilegais.
"Mas que diabos diz essa lei?"  


Altera o art. 20 da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, para incluir, entre os crimes nele previstos, o ato de fabricar, importar, distribuir, manter em depósito ou comercializar jogos de videogames ofensivos aos costumes, às tradições dos povos, aos seus cultos, credos, religiões e símbolos.

Com certeza você imediatamente você pensou em jogos como GTA, Bully ou qualquer outro daqueles jogos que sempre causam mimimi na mídia, mas se você parar para pensar, até mesmo um jogo de corrida como "Need For Speed" ou "Midnight Club" pode ser proibido por "incitar o racha de rua" ou qualquer coisa (imbecil) desse tipo.

Essa falta de objetividade na lei abre brechas para que uma infinidade de games seja acusado e proibido (fato que faz lembrar os outros projetos de leis que atualmente causaram revolta entre os nerds "ACTA, SOPA E PIPA").

Felizmente nós temos novamente nossos heróis da ACIGAMES (que também é responsável pelo já conhecido projeto Jogo Justo) que mais uma vez está lutando por nós a nível legal, confira a carta aberta ao Senador Valdir Raupp.

A ACIGAMES, Associação Comercial, Industrial e Cultural de Games, vem manifestar-se publicamente a respeito da tramitação e votação do projeto de Lei 170/06, de autoria do senador Valdir Raupp.
A proposta do ilustre senador, que vem tramitando no Senado Federal há vários anos, pretende tipificar como crime os atos de “fabricar, importar, distribuir, manter em depósito ou comercializar jogos de videogames ofensivos aos costumes, às tradições, cultos, credos, religiões e símbolos”, com base no artigo 20 da lei 7.716/89, que classifica como crimes passíveis de punição atitudes relacionadas a preconceito de raça ou cor.
Ainda que a proposta tenha a intenção louvável de proteger grupos étnicos, religiosos e outros, da qual trata a referida Lei, a ACIGAMES entende que o projeto acabe por se realizar de forma falsamente moralizadora sem atingir os educativos pretensamente desejados.
A ausência de conceitos fundamentados que possam embasar a ideia, a falta de definições claras para terminologias intangíveis como “ofensivo”, “tradições” ou “cultos” e a não realização de um amplo debate com a sociedade civil, demonstram a incongruência da premissa e a falta de intimidade do referido projeto com as novas formas de interação e entretenimento digital.
A ACIGAMES não é complacente com delitos e, especialmente, com preconceitos de qualquer espécie.
No entanto, cumpre afirmar que não é possível admitir um precedente penal onde praticamente quaisquer de expressões presentes em um jogo eletrônico podem se encaixar em princípios abstratos como “costumes” e “símbolos”, entre outros, violando o elementar princípio da taxatividade, consagrado em nosso Direito Penal.
Ainda, impõe o modelo de projeto verdadeira censura aos jogo eletrônicos, um produto de cunho cultural reconhecido pelo Estado Brasileiro. Como produto cultural, não cabe à lei restringir a forma como este recurso é expresso, mas orientar o adequado consumo da referida produção, para obtenção de uma experiência salutar e prazerosa. Tal orientação, sob a forma de Lei, constitui verdadeira violação à liberdade de expressão Constitucionalmente protegida.
Para estabelecer os parâmetros necessários ao consumo apropriado dos bens culturais, a população já se serve da Classificação Indicativa do Ministério da Justiça, que cumpre com eficácia este papel educativo.
Paralelamente, os representantes do Senado parecem não considerar o impacto econômico fatalmente decorrente desta iniciativa e o crescimento exponencial incalculável do mercado negro, hoje já expressivo no meio, em virtude da facilidade de distribuição informal e do anseio popular pelo acesso a conteúdos que serão considerados “proibidos” a partir da vigência da lei como se propõe.
A ACIGAMES posiciona-se contrária às intenções do projeto de lei sobretudo por entender que a proposta sobrepõe-se inadequadamente à liberdade de expressão, constitucionalmente estabelecida, ao livre comércio e à já observada Classificação Indicativa, recurso aplicável à comercialização formal dentro dos parâmetros legais ora vigentes, mas certamente incapaz de atuar com eficácia contra o mercado paralelo e as novas formas de distribuição digital.
A Diretoria

Fica aqui o meu apelo, se você é gamer e não quer que esta lei seja aprovada, compartilhe essa informação para que outros gamers fiquem sabendo, afinal, tal informação ainda não está bem "espalhada". Se você não se interessa por games, compartilha também, afinal, não custa nada.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Nossos parceiros

Você que acessa o NerdFicando todo dia já deve ter reparado que nós temos uma barra de parceiros ali na barra lateral, e hoje eu vim aqui pra pedir a vocês que conheçam os nossos parceiros por que vale a pena.

Pra você que é Nerd e Roqueiro, seu 2º blog preferido "afinal o 1° é o Nerdficando" tem que ser o Curte Rock. Blog com notícias, colunas e curiosidades sobre sua banda de rock preferida!

Já pra você que é Nerd e Gamer não pode deixar de conhecer o Level 99 . Que além de trazer as melhores informações do mundo dos games traz o incrível LevelCast, com conversas e opiniões sobre temas realmente interessantes.

Globo obriga google a retitirar resultados de conteúdo pirata



Uma decisão da justiça brasileira liberada essa semana pode render uma dor de cabeça para o Google Brasil. A TV Globo entrou com uma ação contra o buscador no país por facilitar o acesso à “reprodução desautorizada de conteúdo” e um parecer favorável à emissora foi expedido ontem. Depois de ser notificado oficialmente da decisão, o Google terá até 48 horas para remover os links de conteúdo pirata no seu buscador.

Se o Google acatar a decisão, não vai ser a primeira vez que o buscador terá seus resultados artificialmente alterados. Quando isso acontece, normalmente um aviso no final da página diz que alguns links foram removidos a pedido dos detedores dos direitos do conteúdo. Mas se no período determinado depois da notificação os links continuarem no ar, eles receberão uma multa de R$ 5 mil ao dia.

Ao IG Tecnologia, o Google disse apenas que “não foi notificado [da decisão] e não comenta casos específicos”, mas conhecendo o histórico da empresa em casos assim, não é de se espantar caso eles recorram da decisão. Não é de praxe do Google abaixar a cabeça e deixar qualquer um manipular os resultados de busca. E nem deveria ser.

Via: Tecnoblog 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

CPBR 5 - Minha primeira vez


 Falhando miseravelmente na primeira "cobertura" do NerdFicando de uma Campus Party. não levei câmera. O que me fez tirar fotos com a câmera do meu celular que não tem uma resolução das melhores. Bom, já que prometi... Aí estão fotos:

Maior número de NERDS por metro quadrado que eu já vi

Simulador 1

Simulador 2
Gabinete "MEGAMUITOLOCO"

Utilizador do gabinete "MEGAMUITOLOCO"

Presença ilustre

"Estava eu  na fila, ( a bastante tempo a propósito) e quando finalmente chegou minha vez de jogar o simulador mais MEGAMUITOLOCO da CPBR5... Chega o Lucas (da "Fresno") e me tira de dentro do simulador (EU JÁ ESTAVA ATÉ DE CINTO)  e joga antes de mim.


Pelo menos o cara que cuidava do simulador, que era muito gente boa mas que eu não sei o nome, me deixou jogar mais tempo. 



Sessão Gabinetes MEGAMUITOLOCOS!








Iron Man tamanho real

"MADDOG" - Diretor executivo da linux international

O cara trás o nosso amigo Pinguim na PELE!!!

Bom galera, essas são as fotos, desculpa pela qualidade "ou falta dela" e comentem  aí o que mais vocês viram por lá e que não viram aqui.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Minecraft LEGO


Se você joga Minecraft e/ou têm amigos que joga, provavelmente já ouviu alguém dizer que o minecraft é "a ideia que a LEGO não teve". Pois é, a LEGO realmente não criou a LEGO VIRTUAL mas que tal o MINECRAFT FÍSICO ?


O Minecraft Micro World, como é chamado, será lançado no segundo semestre de 2012 e já está em pré-venda por US$ 34,99, cerca de R$ 60.

No kit estão inclusas peças que reproduzem alguns dos principais materiais do título, como madeira, terra e grama, além de ferramentas características. Além disso, bonecos de Steve e de um Creeper também fazem parte do pacote. Confira o vídeo promocional de lançamento do kit.



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Cantadas para usar na Campus Party

Ae galera adivinha quem vai na campus party amanhã, Pretendo trazer aqui várias fotos sobre a minha primeira visita a uma CAMPUS PARTY Que tipo de nerd é você Pedro?. Bom, pra vocês eu deixo cantadas para vocês que estão ou irão na Campus Party.
Não precisa nem dizer que vi no Não Salvo

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Google condenado por liberar mapas gratuitamente



Um tribunal francês considerou o Google culpado da acusação de “abusar da posição dominante do Google Maps no mercado” e ordenou que o gigante da web pague indenização por perdas e danos a uma empresa de mapeamento local chamada Cartographes Bottin, além de outros 15 mil euros de multa.

De acordo com o veredito emitido pelo tribunal de Paris na quinta-feira, o fato do Google oferecer os serviços do Maps de graça a algumas empresas é uma prática “desleal”. Esta é a primeira vez que o Google é condenado em um caso envolvendo o fornecimento de mapas de seu serviço.

“Esta foi uma batalha de dois anos e uma decisão sem precedentes”
 Afirmou Jean-David Scemmama, advogado da companhia francesa.
“Nós provamos ao tribunal que a estratégia do Google para eliminar seus concorrentes”, comemorou o advogado ao jornal Economic Times.

Em um comunicado oficial, um porta-voz do gigante da web afirmou que a empresa irá recorrer da decisão. “Estamos convencidos que uma ferramenta de mapas livre e de alta qualidade é benéfica tanto para usuários quanto para empresas. Há falta de concorrência contra nós neste setor tanto na França quanto no resto do mundo”, encerrou a empresa.

Essa não é a primeira vez que o Google Maps rende dores de cabeça para sua empresa mãe nos tribunais da terra das baguetes. Em 2011 a empresa foi multada em 100 mil euros por violações de privacidade envolvendo o serviço Street View.

Via: Tecnoblog

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

X box 720 em 2013


Depois de tantos rumores sobre um possível Xbox 720 agora no final do ano alguém da Microsoft finalmente se pronunciou. O Diretor de Marketing da Microsoft França, Cedrick Delmas, falou ao Le Point sobre os rumores que pipocaram nas últimas semanas sobre um possível novo console.

Delmas comentou que “é certo que não vamos ter nada novo em 2012″, que qualquer expectativa de grandes novidades na E3 desse ano é ainda bem prematuro e que se a Microsoft quisesse competir com a Nintendo, teria que lançar algo logo e de imediato, o que não é o caso. Delmas também comentou que a Microsoft “não vai competir com outro fabricante no lançamento de um novo console, nem com a Nintendo, que inclusive está em um ciclo de inovações e lançamento diferente, como podemos ver com o Wii”.

Com essa declaração cai por terra as expectativas de vermos um novo Xbox, apelidado de Xbox 720, antes da virada do calendário maia. A IGN publicou uma matéria na semana passada cogitando um lançamento do suposto console para outubro-novembro de 2013, com a produção em massa dos componentes iniciando no final de 2012. Eles também citaram que seja possível que o processador gráfico seja baseado na ATI Radeon 6670 HD, o que possibilitaria um potencial gráfico 6 vezes maior do que o atual Xbox, ou ainda 20% acima do Wii U.

A declaração de Delmas, junto com os rumores da IGN, faz total sentido. Desde o lançamento do Xbox 360 a Microsoft tem cada vez encurtado menos o período entre anunciar uma novidade e sua disponibilidade nas lojas. O Xbox 360 foi anunciado em maio de 2005, para ter seu lançamento meses depois, em novembro. Já o novo modelo do Xbox360, foi anunciado em junho de 2010 na E3 e no dia seguinte já estava nas lojas. Ou seja, informações concretas sobre o suposto Xbox 720, só em 2013 pelo visto.

Via: Tecnoblog
# Compartilhe

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Mais lido (mês)

© Traduzido Por: Template Para Blogspot | Thema Seo Blogger Templates